sexta-feira, 31 de março de 2017

Fechamento Março 2017 | R$ 12.306.65 (-16.67%)

Olá amigos! Como vão?

Não que alguém tenha reparado, mas mês passado não teve atualização patrimonial. Isso se deu ao fato nada feliz de eu ter sido assaltado. Nada grave, estava indo pra casa da nova peguete (mais informações no final do post, pra quem interessar), lugar ermo, eu meio perdido transitando devagar, cidadãos chegaram numa moto, armados, bateram no vidro e mandaram eu descer. Levaram o carro e, junto dele, meu celular, carteira, mochila com notebook, etc. Sem celular e sem notebook eu meio que não consegui acesso. Até poderia atualizar do trabalho, mas não gosto de misturar as coisas, e vai que o pessoal da informática rastreia...

Enfim, daí que demorei porque precisar comprar outro notebook, outro celular. O triste disso, além da baita paulada no patrimônio, é que a gente tem que se dar por feliz porque poderia ter sido pior, poderia ter morrido. Acho que foi o Millôr que disse que Brasil é para os fortes...

Mas vamos ao que interessa!

Desempenho financeiro


Chega a ser irônico: na minha última atualização eu postei "a única despesa alta foi mesmo o carro por conta do IPVA, não consigo me livrar dele porque uso para trabalhar e moro num lugar não servido por transporte público". Pois é, Deus é um zueiro. Com o assalto, meus gastos com transporte foram pras alturas (uber, taxi, aluguel de carro) e fodeu meu orçamento. Não tem palavra melhora pra definir o que aconteceu.

Além disso, precisei comprar um novo notebook e um novo celular. Mais gastos. Não bastasse, também me enveredei lá com a moça do trabalho e isso me causou mais despesas na categoria lazer (motel, cinema, jantares, etc).

Não foram meses fáceis esses dois últimos.

Patrimônio atualizado:


Infelizmente esse mês vou ficar devendo a planilha de despesas, porque ela não estava salva no backup.

Quanto ao mais, por terem sido meses corridos, não li muito sobre finanças, não li os blogs dos amigos que acompanho, um fracasso. Espero colocar isso em dia durante esse mês.

Estou querendo tratar de um tema aqui, sobre patrimônio versus renda passiva, mas vou deixar para fazer um post específico ao longo do mês.

Desempenho pessoal


Outra prova de que Deus é um zoeiro: mês passado postei que minha vida estava leve e feliz. Me vem um assalto... kkkkk

A única novidade aqui é, como já adiantado, estar saindo com a mulher do trabalho que estava me dando bola. Não é uma mulher bonita, mas é magra. É gente boa, sexo bom, etc. O problema é que eu ignorei o conselho dado aqui nos comentários pelo Steynd B ("onde se ganha o pão não se come a carne") e já estou "sofrendo" as consequências desse ato impensado. Conversinhas, fofoquinhas, chefes olhando torto. Obviamente não demonstramos nada no local de trabalho, mas a rádio peão se encarrega de espalhar as coisas. Espero que não me prejudique, tudo que eu NÃO preciso agora é ficar desempregado.

Uma coisa que tenho reparado é que não estou cumprindo o que me proponho aqui, não estou gostando disso. Exemplo: academia. Será que abril será diferente?

Peço desculpas pela não postagem mês passado e pela rápida postagem esse mês.

É isso galera, obrigado a você que leu tudo e um ótimo abril pra todo mundo!

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Fechamento Janeiro 2017 | R$ 24.689.09 (+43.28%)

Olá amigos!

Permitam-me começar com uma pequena digressão. Uma coisa muito comum no mundo no direito é como as coisas são subjetivas: nada é exato e toda lei tem sua interpretação, de tal modo que -não raro- um mesmo artigo tem duas interpretações tão dicotômicas que chega a espantar. Quanto mais fundo você estuda um tema, mais descobre cada uma dessas várias visões diferentes sobre a mesma coisa. Outra coisa muito comum, e que chega a dar medo, é saber como sociedade é mal informada pela mídia popular quando o assunto em comento tem algo relacionado com o direito.

O problema é que, sendo formado em direito, eu consigo identificar a informação errada que a mídia dá, qual doutrinador tem posicionamento minoritário, enfim, separar o joio do trigo. Já quando o assunto foge da minha área de estudo/trabalho, eu fico totalmente perdido.

Quer um exemplo? Finanças.

Quanto mais eu leio e estudo, mais eu percebo que não sei nada. E aí bate aquele medo de estar sendo influenciado pela má informação disponível. Como separar o que é bom e o que ruim?

Eu estava feliz e faceiro com meus investimentos em tesouro direto, achando que é um bom investimento, seguro, boa rentabilidade, etc. Aí começam a pipocar aqui e ali os disseminadores da discórdia, dizendo que o governo está em crise e que pode dar calote (ainda que branco), que não se deve emprestar pra quem está no vermelho, que o IR no final come todo rendimento, etc, etc. Claro, pode parecer muito exagero, mas e aquele medo que bate quando vc percebe que, de fato, tesouro direto caiu na boca do povo e é o investimento da vez? Aí fica ecoando aquela frase: "quando seu porteiro diz que X coisa é um bom investimento, é melhor você tirar seu dinheiro de lá".

Enfim, vamos ao que interessa.

Desempenho financeiro


Procurei economizar o máximo possível para aumentar o aporte, já que ganho pouco. Acho que fiz um bom trabalho esse mês. A única despesa alta foi mesmo o carro por conta do IPVA. Não consigo me livrar do carro porque vou trabalhar com ele e moro num lugar não servido por transporte público decente.

Despesas mensais:


Patrimônio atualizado:


O aporte poderoso (em relação aos meus padrões) se deu por conta da soma de rescisão do emprego anterior, FGTS sacado e salário do mês passado sem aportar parado na conta-corrente. Minha meta era construir uma reserva de emergência de 20k e, a partir daí, passar a investir em outros lugares. Ter conseguido isso em relativamente pouco tempo me deixa muito feliz e me prende mais ainda a continuar com o blog, continuar aportando, etc.

Formado o colchão, hora de investir "de verdade" e começar a gerar renda passiva.

Uma pequena nota: estou gostando MUITO de um cara apelidado Bastter. Não é blogueiro, mas tem vídeos no youtube e um site/fórum. Na verdade, só vi alguns vídeos dele e gostei bastante da "filosofia" que ele ensina. Recomendo a quem, como eu, está começando. Se alguém tiver alguma crítica, por favor me diga nos comentários. Estou pensando em fazer um post sobre a "filosofia bastter de investimentos".

Desempenho pessoal


Minha vida está estranhamente mais leve e feliz. Não associo isso só ao fato de (finalmente) ter uma reserva financeira, mas ter mudado de emprego realmente foi uma coisa boa. Estou trabalhando bem mais, mas sem a pressão e energia negativa de antes, então a coisa flui melhor. Tem até uma colega de trabalho que eu acho que está me dando mole. O ruim de ser beta é que eu nem consigo identificar quando a mulher está dando mole ou quando ela está só sendo simpática... Todo caso, acho que mês que vem vou chamar ela pra sair, já que a relação e conversas ficam só no trabalho e sobre assuntos do trabalho. Vamos ver no que vai dar. Não é lá uma mulher nota 10, mas eu também não sou um cara nota 10. Somos os dois nota 5, então estaria tudo bem.

A única coisa ruim é que não estou fazendo exercícios físicos, ou seja, continuo vivendo como um sedentário. Isso tem que mudar esse mês, mas são muitas dúvidas, o que demandaria muito tempo de pesquisa. Que horas é melhor se exercitar? De manhã? De noite? Se de manhã, come algo antes? Mas não dizem que não pode comer nada antes de se exercitar? Se for de noite, aí come depois? Mas a ideia não é dormir leve? E quais suplementos tomar? Sou magro e quero ganhar músculo, tenho que fazer aeróbico? Mas se não fizer, como queimar a barriga de chopp? Etc etc etc. É toda uma bolha nova e, no momento, a bolha financeira tá tomando todo tempo. Me ajuda aí, por favor, se você manja dos paranauê!

É isso galera, obrigado a você que leu tudo e um ótimo fevereiro pra todo mundo!

sábado, 31 de dezembro de 2016

Fechamento Dezembro 2016 | R$ 17.231.35 (+0.89%)

Olá amigos!

Último dia do ano, todo mundo se preparando para as festas da virada. Independente das crenças pessoais de cada um, esse período é sempre permeado de um espírito de renovação e metas para o próximo ano, alguns até fazem listas e comparam com as do ano que passou. Por mais desligada que a pessoa seja, acredito que todo mundo, em maior ou menor grau, faz um balanço geral do ano que passou em suas esferas de importância (família, relacionamento, corpo, financeiro, profissional, etc). Não poderia deixar de ser diferente aqui, embora eu não seja do tipo que faz listas.

No geral, foi um ano tranquilo e favorável.

2016 foi um ano muito bom pra mim. Olhando em retrospecto, eu comecei o ano num emprego de merda, infeliz, sem perspectivas, emocionalmente abalado por conta dos problemas familiares e com as sucessivas reprovações em concursos públicos. Eu estava, por assim dizer, desesperançoso. Mas, como a vida é feita de altos e baixos, acabei por conhecer os blogs de finanças e, sabe-se lá o porquê, isso acabou por me motivar.

Consegui um emprego novo, igualmente desgastante em termos de trabalho a fazer, porém sem pressões e competitividade do anterior. De quebra, ainda ganho umas migalhas a mais. Como nada é perfeito, é mais longe de casa e possui horário muito rígido, de modo que acabo perdendo muito tempo no trânsito. No frigir dos ovos, acho que foi uma boa mudança.

Do lado pessoal a vida não mudou muito, apenas o reflexo da diminuição do stress do trabalho, o que já é muito muito bom.

Quanto às finanças, não poderia ter sido melhor. Digo, sempre pode ser melhor, mas levando em conta que eu passei anos vivendo do salário do mês, ter hoje investido 6 meses de salário é uma sensação muito reconfortante, muito embora, no geral, eu ainda seja um pobre fudido de merda.

Enfim, vamos ao fechamento.


Desempenho financeiro


É inevitável na vida dos ignorantes financeiros: assim que se passa a ganhar mais, por mais mixaria que seja, o indivíduo acha que pode sair por aí gastando. Eu, como sou um ignorante financeiro, não fugi à essa regra, como vocês podem notar na planilha das despesas.

Despesas mensais:


Cidadão passa a ganhar mil reais a mais e torra tudo em coisas mundanas. Note o aumento abusivo no quesito lazer... é aquela sensação de "eu mereço" somada à fraqueza emocional-financeira. Acabou que, impulsionado pelo bom fim de ano que eu tive, me dei a alguns luxos. Nada demais, jogos novos de ps4, uma mini viagem de final de semana e um jantar bom num restaurante bom. Ganhando mais, a família também tirou proveito e tive que pagar o condomínio. As despesas pessoais foram roupas novas e a categoria outros, me julguem agora, foram bilhetes da mega-sena da virada (R$ 130) e coisas que não se encaixam em nenhuma outra categoria.

Patrimônio atualizado:


O aumento de 0.89% se deu porque tudo que eu tenho está em tesouro selic e esse foi o rendimento do mês. Estou sem aportar há dois meses devido à falta de tempo mesmo. Sempre que ouço isso ("estou sem tempo"), lembro daquela frase bonita que diz que todo mundo faz tempo quando há interesse. Até gente casada com filhos arruma tempo tempo pra trair...

É importante lembrar que estou com uma boa quantia de dinheiro parada na conta corrente (FGTS + rescisão), pois estou estudando FIIs. Muita, mas muita, mas muita gente falando que é um péssimo momento pra entrar nessa modalidade. Eu, um ignorante financeiro, tendo a fazer uma média ponderada das opiniões e coisas que leio pra tomar minhas decisões, então estou em hold. Segurei muito pra não investir no tesouro ipca que esse mês chegou a pagar mais de 6%, mas investir em algo que eu não posso retirar ainda me dá certo medo. (Sim, eu sei que posso retirar antes, mas depende da marcação de mercado etc etc, e não quero especular com tesouro direto: se eu investir em IPCA 2019, 2024, ou 2035, eu só vou retirar no vencimento e pronto).

Os planos atuais são: fazer uma reserva de emergência no TD Selic de 20 mil reais e, a partir daí, analisar investimentos que gerem renda passiva real, que no momento são os FIIs.


Desempenho pessoal


2016 foi um ano ruim nesse quesito. Eu sou um ser humaninho chato e difícil de lidar, então não me espanta que nenhuma ser humana tenha me querido. Por outro lado, eu também não procurei. O inferno na terra pra mim são baladas e festas, então obviamente eu não vou. Não sou adepto da vida putanística, então o saldo é evidentemente péssimo né... Pior: realmente não sei como melhorar. O bom de ser chato é que a gente se dá muito bem sozinho, mas humano que sou as vezes faz falta alguém. Minha estratégia: vou fazer alguns cursos que já pretendia fazer pra melhorar a vida e torcer pra encontrar alguém bacana.

Meu corpo também já começa a mostrar os sinais da idade. Nunca, nunca ele esteve tão zuado e essa é com certeza uma das prioridades para os próximos meses. Outra prioridade é sair da casa dos pais.

Outra coisa que me preocupa: faz dois meses que não leio os posts dos amigos da blogosfera. Pode parecer besteira, mas dá um certo desconforto e peso na consciência. Isso com certeza será resolvido na primeira semana do ano vindouro. Desculpem-me, amigos!

Ah, também está nos planos para essa primeira semana atualizar minha planilha de acompanhamento. Hoje ela é feita no excel, toda bagunçada e feia. Em tempos de nuvem, não faz sentido isso. Quero fazer uma mais completa (já que pretendo começar a diversificar), com gráficos bonitinhos, essas coisas. E tem que ser no Google Docs, pra poder ver e atualizar de qualquer computador ou celular. E, de preferência, que em uma tela só eu consiga ver todos os dados principais pra poder tirar um print só e postar aqui. Vamos ver se eu consigo!

É isso galera, obrigado a você que leu tudo e um ótimo 2017 pra todo mundo!

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Fechamento Novembro 2016 | R$ 17.079,34 (+0.94%)

Olá amigos!

Esse mês peço perdão pelo atraso e pela rápida postagem, mas com a mudança de emprego eu realmente estou sem tempo pra nada. Pra vocês terem uma noção, nem os aportes mensais eu fiz, e olhe que recebi rescisão e saquei FGTS. Está tudo parado na conta corrente, o que é um pecado.

Eu no trabalho novo.

Sem mais delongas (porque é domingo e ainda tenho dois prazos pra fazer), seguem as planilhas atualizadas.

Despesas mensais:


Patrimônio atualizado:



Mês que vem prometo uma postagem decente, completa, fechando o ano e com ideias que pretendo compartilhar aqui pra saber a opinião dos amigos. Durante a semana vou tentar entrar no blog de cada um de vocês pra acompanhar vossas evoluções!

Um ótimo dezembro pra todo mundo!

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Fechamento Outubro 2016 | R$ 16.920,29 (+4.53%)

Olá amigos!

Menos um mês nas nossas vidas, mais uma atualização patrimonial! Outubro foi um mês bem corrido do lado de cá, mais do lado pessoal do que no financeiro. Gostaria de usar esse parágrafo introdutório, enquanto ainda tenho sua atenção, para pedir desculpas aos amigos que comentam aqui, pois não tive tempo de responder, juro! Mesmo assim, após esse post de atualização, vou ler o blog de cada um de vcs pra saber como foram! Leio TUDO de TODOS os blogs aqui do lado, embora não comente em todos posts (mas sempre leio). Portanto, me desculpa pela falta de respostas no post anterior, procurarei ser mais atencioso. Vamos ao que interessa!

Desempenho Financeiro


Um mês com as finanças tranquilas.

Passado o entusiasmo da despatrimonialização para o boost inicial na carteira, que comentei mês passado, voltamos para as condições normais de temperatura e pressão, com aumento só do aporte + rendimento do tesouro direto. Ainda estou estudando FIIs, abri conta na corretora, falta só decidir aplicar mesmo. Mas e o medo? Na covardia, apliquei em tesouro :( 

Salário: R$ 1.500,00

Despesas mensais: 


Patrimônio atualizado: 



Crescimento da carteira em 4.53%, mas que só se deu devido ao aporte, porque de rendimento mesmo o tesouro selic fechou em 0.83%, o que se descontada a inflação dá quase nada, mas pelo menos mantém o valor. Aliás, eu queria muito manjar dos paranauês para fazer uma planilha decente, considerando a inflação para calcular o aumento real do patrimônio. Vamos ver se novembro consigo um tempinho. 

Desempenho Pessoal


É muito recompensador lembrar que poucos meses atrás eu estava fudido na vida, num emprego de merda e com 900 reais no banco, e hoje tenho mais de 10 meses de salário aplicado. Uma mini-segurança. E pensar que, em certa medida, devo bastante disso a anônimos da internet. Que mundo, né?

Enfim, pedi demissão do trabalho porque fui aprovado na entrevista que tinha comentado. Começo agora em novembro. Lado bom: salário ligeiramente maior, vou receber rescisão e FGTS, vou sair do inferno, não serei advogado exclusivo. Lado ruim: mais longe de casa, perdi seguro desemprego, emprego novo não tem convênio médico, horário rígido. O fato de ter sido aprovado pra uma vaga em que concorreram várias pessoas tão ou melhores do que eu dá uma bela aumentada na auto estima. Pelo que me falaram, mais de cem pessoas concorreram à vaga, na fase final fomos eu e mais três (sendo que eu contrataria qualquer um deles, menos eu, já que duas eram advogadas novas e lindas e o outro rapaz era formado pela usp). Vamos ver o que me aguarda, estou feliz só de ter saído do ambiente anterior.

Sobre as coisas vendidas: a única coisa que estou sentindo falta é do fone de ouvido, que era daqueles bem bons, com cancelamento de ruído externo e tudo (Bose QC15, pros curiosos). 

Ah, fui ao dentista e parcelei o tratamento em 150 mensais, por isso aloquei em "despesa fixa". Com saúde não se brinca, embora felizmente não tenha nada grave. Ah, corri meu primeiro 5K em 36min!

Instalei o tinder, né, mas descobri que precisa ter facebook pra usar. Aí não dá... Ou seja, vida social bombando like a rolling stone! Como é que vcs fazem pra socializar e conhecer gente nova hoje em dia? E mulheres? Me deem dicas aí que não seja "balada" nem "putas".


Ah, uma promessa para o blog: falar mais sobre finanças, menos sobre vida pessoal. 

É isso galera, obrigado a você que leu tudo e um ótimo novembro pra todo mundo!

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Fechamento Setembro 2016 | R$ 16.186,63 (+215.04%)


Olá amigos!

Mais um mês que se foi, mais uma atualização patrimonial. Setembro foi um mês bastante conturbado na blogosfera financeira: o pobretão, acho que o maior precursor desse estilo de blog, fechou seu blog. Não acompanhei os pormenores, aparentemente ele ficou com medo de o identificarem e, somado ao rage que vinha sofrendo por parte de alguns leitores, optou pelo bom senso de encerrar o blog, que estava dando mais dor de cabeça do que alegria. É uma pena, eu fui um dos que só conheceu isso aqui por ele (como escrevi na apresentação), mas não o culpo: quando a coisa não dá mais prazer em fazer e, pelo contrário, traz infortúnios, não há razão pra continuar mesmo. No entanto, tomei gosto pela atividade e pretendo continuar. Então vamos lá!

Desempenho Financeiro



Como disse aqui anteriormente, optei em dar um boost inicial na carteira após fazer minha primeira planilha e ver que eu tinha apenas 900 reais de patrimônio. É uma vergonha, é triste. No entanto, nessa vida a gente não é estático e pode sempre mudar. Optei, então, em vender tranqueiras que eu tinha (e que nem deveria ter comprado) pra dar animação em atualizar a planilha e acompanhar os números. 

Vendi em setembro o resto das coisas que eu tinha e que eram mais difíceis de vender (relógios de marca, pc gamer, fone de ouvido importado, carrinhos 1:18, action figures, etc). Vendi tudo pela Olx, de modo que peguei dinheiro na hora. Esse desapego foi o responsável pelo boost na carteira. Agora acabaram as coisas pra vender, então a planilha tende a se estabilizar. O próximo boost que pretendo dar é no aporte, que falarei mais abaixo. 

Salário: R$ 1.500,00
Empréstimo recebido (parcela 2 de 2): R$ 300,00
Venda de itens: R$ 10.350,00

Despesas mensais: 


Estou vivendo em modo bem frugal pra evitar gastar. Não sou muito sociável mesmo, então é tranquilo ficar em casa aos finais de semana só jogando videogame ou assistindo filmes/séries. Aliás, a única despesa de lazer foi a renovação da PSN por mais um ano. Passei a levar marmita pro trabalho alguns dias pra economizar. Fui ao dentista e fiz um plano de pagar R$ 150,00 por mês para o tratamento. As despesas de moradia foram contas de luz e mercado da semana que tive que fazer.

Planilha atualizada:


Embora o desempenho tenha sido excelente, ele só se deu por fator aleatório (venda de bens). O maior problema na minha trajetória é que ganho pouco, e o melhor instrumento pra IF é sabidamente o aporte. 

Veja o Investidor do Milhão, por exemplo, que aporta em um mês o que eu acumularia, se manter essa extrema frugalidade, em trinta meses... Por isso, melhor do que economizar, buscar taxas ou investimentos melhores, é tentar melhorar o poder do aporte. Essa foi, diga-se, a dica de grande parte de vcs amigos aqui nos comentários. E a conta é meio óbvia: um aporte de 15k rendendo 0,01% ao mês é infinitamente melhor do que um aporte de 500 reais rendendo 10% ao mês, o que aliás é impossível na renda fixa, ou seja, teria de me arriscar na renda variável (sem conhecimento, o que me levaria a mais perder do que ganhar). Acho que deu pra entender o ponto aqui. 

Bom, e o que estou fazendo pra melhorar o aporte? Atualmente nada. Estou tentando mudar de emprego, mas estamos passando um período de crise e não está sendo fácil. Tenho, no entanto, uma entrevista para outubro (um escritório de advocacia grande, já fiz duas entrevistas, ao que parece essa terceira é a última). Salário de 3k. 

Estou pensando em voltar a estudar pra concurso público. Ver o poder do aporte proporcionado por  um cargo de alto nível é fortalecedor das esperanças. O problema é que estou fora há bastante tempo, com 500% menos tempo e disposição do que eu tinha quando cheguei ao oral da AGU. Poderia tentar concursos mais simples, mas ainda assim a concorrência está tão grande que eu acho que reprovaria e jogaria meu emocional, que já é baixo, lá pro lixo. Sei que muito a pena e, além disso, é algo para o qual eu sinto que tenho vocação. Enfim, cenas pros próximos posts. 

Infelizmente, com a correria do trabalho e acompanhar os anúncios das vendas, não cumpri com a promessa do mês anterior de aprender mais sobre FII. FII é bem mais complicado que tesouro direto e não existem tantos materiais bons na internet. Tentei conversar com alguns amigos da blogosfera, mas ainda assim não acho que entendo o suficiente pra investir lá. Acho que vou procurar um livro mesmo, alguém indica algum? Os estudos vão continuar em outubro, quem sabe com a primeira compra! Ainda não decidi porque, ao que parece, investir menos de 2k é besteira porque os rendimentos seriam comidos pelas taxas da corretora. 

O que importa, do ponto de vista financeiro é que o colchão de segurança está formado. 15k representa atualmente 10 meses de salário líquido, que é um bom valor pra minha vida atual. Aportei tudo em TD Selic (segurança e liquidez).

Desempenho Pessoal


Pensando em tirar essa parte e introduzir o que é importante na parte de desempenho financeiro mesmo. Ninguém tá aqui pra acompanhar a luluzinha. Deixando só para registro e consulta minha no futuro mesmo.

Blog: Como eu não sei muito sobre finanças e investimentos, só estou postando atualizações, o que dá um post por mês. Pra mim está bom. Não sei em que eu poderia contribuir para a comunidade além do que blogs melhores e com gente mais capacitada posta. Pretendo atualizar mais quando meu conhecimento financeiro for maior, a ponto de efetivamente ajudar alguém. 

Estudos: A ideia era estudar mais sobre FII. Manterei para o próximo mês. Além disso, vou fazer um curso sobre o "novo" CPC.

Corpo e saúde: Fui ao dentista e comecei a fazer caminhadas. Como eu prego aqui, sou contra mudanças radicais de comportamento, prefiro do jeito zen. Se quero correr 10K e hoje sou sedentário, não adianta sair correndo sem planejamento até infartar. Então, comecei andando e estou fazendo uns "trotes". Acho que mês que vem encaro 5K. Não gosto de academia porque sempre tem gente.

Vida Profissional: Tenho a entrevista agora pro começo do mês, estou esperançoso. No meu trabalho, stress normal de sempre. Levei uma comida de rabo colossal por ter perdido um prazo que outra advogada "passou" pra mim. Na verdade, ela perdeu o prazo e, em defesa, jogou a culpa em mim, o elo mais fraco do escritório. É difícil explicar aqui e creio que não há interesse de ninguém, mas eu não era o responsável por aquele processo, e sim ela, que falsificou um email "passando" o processo pra mim. Enfim, ela é a advogada mais linda do escritório e os sócios só a reprimiram brandamente. Eu levei a comida de rabo porque, além do email, ela disse que conversou pessoalmente comigo e eu deveria ter feito o recurso mesmo sem o email confirmatório. Não adiantou eu negar essa conversa. É foda.

Vida Social: Troquei o nome do tópico, já que "mulheres" estava vergonhoso de mais com aquela frase do pega-ninguém. Mesmo assim, não tive eventos sociais em setembro. Trabalho segunda a sexta e videogame e série final de semana. Que vida, PobreZen do futuro. Como forma de tentar melhorar isso, vou instalar o tinder e chamar amigos pra jogar conversa fora mês que vem.

É isso pessoal, obrigado a você que leu tudo e um ótimo outubro pra todo mundo!!

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Fechamento Agosto 2016 | R$ 5.137,93 (+460.85%)

Olá amigos!

Agosto foi definitivamente um mês longo e interessante: olimpíadas no Brasil, impeachment da presidente, separação de um dos casais mais conhecidos da tv brasileira... do lado de cá, muita coisa boa e muita coisa ruim também. Vamos lá?

Desempenho Financeiro


(minha cara ao atualizar a planilha)

Ainda estou no processo de "saber onde estou", o que em termos financeiros significa saber quais são minhas despesas, quais metas quero ter e como traçarei um plano sério e exequível. Baixei um aplicativo para celular para deixar mais fácil o controle de gastos, porque ficar guardando notinha e lançar tudo depois é um saco, corro risco de perder algo e algumas transações não têm comprovante. No app é só abrir, digitar e pronto, leva 10 segundos e estou acostumando o cérebro a fazer isso sempre que gasto. 

Além disso, estudei tudo o que encontrei sobre Tesouro Direto, que foi meu investimento escolhido para começar nesse mundo. Em termos práticos, escolhi deixar tudo em Tesouro Selic. Como não tenho muito, estou querendo formar um colchão de segurança para eventual desemprego. Estipulei o valor de R$ 10.000,00 para isso, o que equivale a 6 meses de salário atual. É minha atual meta e espero batê-la até o fim do ano. Não sei se conseguirei...

Salário: R$ 1.500,00

Empréstimo recebido (parcela 1 de 2): R$ 300,00
Ao contrário do que muitos amigos aqui disseram (e eu concordo), emprestar dinheiro para conhecidos em situação financeira complicada não é melhor investimento, mas o colega de trabalho pagou 300 reais esse mês. Ele precisou pra uma emergência médica que felizmente acabou bem. Fiquei feliz em poder ajudar e até perdoaria a dívida se eu não fosse tão fudido na vida...

Despesas mensais: 



Sobre as despesas: tentei economizar o máximo possível esse mês, acho que vai ser difícil segurar mais do que isso, mesmo morando com os pais e não tendo maiores responsabilidades. O valor alto do lazer se deu no dia dos pais, resolvi levar o velho pra jantar num restaurante legal e paguei a conta.

Agora o responsável pelo crescimento do patrimônio: resolvi vender as porcarias que tinha. Eu estudava pra concurso público, então eu tinha muitos livros de direito e esses livros são muito caros. Vendi tudo num sebo no centro. Alem disso, também vendi alguns eletrônicos que até usava, mas estou bem focado na IF. Aquele post passado mostrando 900 reais de patrimônio, aos 28-32 de idade me deu tristeza. Vendi jogos e consoles antigos, ipad, pc (fiquei com notebook que basta pra mim), ipod, dock, action figures, essas coisas. Quase vendi meu PS4 pra falar a verdade, mas é minha única forma de lazer e dele não me desfaço. Ainda sobraram algumas coisas que não consegui vender e espero vender esse mês, são coisas que não têm tanta procura assim. Doei algumas roupas também. 

Isso fez com que a planilha de agosto ficasse um pouco menos dolorosa de olhar:


Ainda não tenho gráficos bonitos porque tá tudo em Tesouro Selic.

Confesso que fico um pouco ansioso ao ver o post dos amigos da blogosfera comentando sobre a rentabilidade da carteira, a variação da bolsa e dos ativos que possuem, quais ações e FIIs compraram, quais CDBs, LCI etc etc tem... e eu não tenho nada disso ainda. Dá muita vontade de fazer um post parecido hahaha. Mas cada um tem seu caminho e eu chegarei lá também, me aguardem! Não é inveja, é motivação a seguir no caminho.

Meta para setembro é aprender sobre Fundos de Investimentos Imobiliários (FII). Sei zero sobre isso, então quem quiser deixar algumas dicas aqui, agradeço! Ponto de partida vai ser o tal do blog do teztner (que não conheço) e debulhar o blog dos amigos que já sigo aqui: viver de construção, living of dividens, viver de fii e dividendos for life, que são os que gostam desse tipo de ativo. 

Desempenho Pessoal


Pensei bastante se deixo isso aqui ou não. Por ser "anônimo", duvido que alguém se interesse de verdade sobre a vida pessoal de um ser desconhecido. A não ser, claro, a parte financeira que é o principal da blogosfera financeira. Vou continuar postando porque particularmente gosto de saber, ainda que pouco, sobre as pessoas que sigo, então talvez alguém goste também, né? Se for ficando massante eu paro. 

Blog: o blog não tem muitas visitas se vc comparar com qualquer outro, mas acho que isso se deve ao fato de eu não postar muito. Eu não posto muito porque eu não sei nada sobre investimentos, não tenho nada a ensinar a ninguém sobre isso. Não quero postar só por postar, não quero ter fama nem ganhar dinheiro com isso aqui. Acho que a coisa vai se manter na base de um post por mês, de atualização, até que eu tenha algo produtivo a dizer. Se vc quer mais posts, dá uma olhada nos blogs que eu sigo, tem muita coisa boa por lá!

Estudos: como eu disse, esse mês eu estudei bastante sobre tesouro direto. Além de muita coisa na internet, li o livro "Tesouro Direto - A Nova Poupança", do Marcos Silvestre. Na verdade, eu preferi as informações da internet, particularmente do ebook grátis do clube dos poupadores. Além disso, também li o que é conhecido como "a bíblia" das finanças pessoais, o "Pai Rico Pai Pobre", que o Mestre dos Centavos me indicou. Muito bom, eu queria ter lido antes na vida...na verdade, eu queria ter a cabeça que tenho hoje antes na vida... Meta do mês que vem é, como já disse, estudar FII e ler algum outro livro de finanças pessoais. 

Corpo e saúde: eu disse que iria correr na rua, né? Não corri, não fiz nada. Fracassei aqui. Não tem desculpa. Meta do mês que vem é tentar me alimentar melhor. Também quero ir no dentista ver se está tudo certo, já que última vez que fui foi há uns 3 anos.

Vida Profissional: meu trabalho é uma bosta, sofro pressão todo dia, odeio fazer audiência, odeio ter que ficar de papinho com juiz e funcionário de cartório, odeio 90% dos colegas de trabalho, enfim. Atualizei meu currículo e me cadastrei na Catho. Uma empresa me ligou e marcou entrevista, mas dois dias antes desmarcou e disse que "ligaria numa próxima oportunidade". Fui reprovado antes de olharem pra mim. É foda. Mas sei que é aqui que devo focar se quiser atingir a IF. É preciso ser realista na vida: nunca vou alcançar a IF ganhando 1500 reais por mês...

Mulheres: Eu não me dou muito bem com mulher. Não conheci ninguém esse mês, beijei ninguém, comi ninguém. Acho que essa frase vai se repetir em todas as postagens :(

É isso pessoal, obrigado a você que leu tudo e um ótimo setembro pra todo mundo!!